Você conhece ou já ouviu falar sobre constelação familiar?

A Constelação Familiar Sistêmica é uma técnica terapêutica, de um só encontro, que tem como proposta revelar o que está oculto em nossas relações, trazendo soluções, trazendo proposta revelar o amor e reconciliamento, encontrando deste modo, a cura na alma.


O amor na família é a base para as relações felizes. O que não foi transformado pelos ancestrais chega nas dores vividas pelos descendentes; os desequilíbrios nos envolvem em dificuldades tais como: escassez; doença; dependência emocional, química; dificuldade nos vínculos etc…
O que não cuidamos é transmitido aos filhos e descendentes.


Nossa vida é influenciada por dinâmicas familiares inconscientes que podem interferir diretamente em nosso destino. Acontecimentos marcantes escrevem nossa história pessoal e também a de nossa família, sendo que através da constelação familiar sistêmica observamos as várias gerações influenciando nossa vida.


As atitudes amorosas de nossos antepassados são saudáveis enquanto as más ações modificam o campo energético do grupo e em especial da família e tem por conseqüência uma geração posterior arcar com este preço através dos emaranhados.


Por má ação compreendemos a ausência de respeito, por exemplo: enriquecer de forma duvidosa, trapaceando ou roubando; pertencer a uma instituição com a função de matar; atitudes de violência; negar sua religião ou país; problemas psiquiátricos.


Herdamos doenças, sentimentos e dificuldades que impedem de nos sentirmos integrados e seguros para vivermos com uma sensação de estar de bem com o mundo.


Recebemos de nossos pais, avós e familiares um sistema de crenças. Através deles, de nossa cultura e religião estamos inseridos a um campo de força que pertencem a nossa família e também a nós.


Tendo esta clareza e simplesmente dizendo sim, estamos libertos para viver em paz a nossa própria vida.

Desta maneira estaremos obedecendo a lei do amor. Compreendendo que o amor puro isento de intenção ou julgamento está presente na alma e que as ordens do amor que não são respeitadas levam o indivíduo ao sofrimento.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp